11
maio
09

OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES

Em função do grande interesse e das muitas dúvidas e questionamentos por parte dos meus alunos, resolvi falar aqui sobre o personagem mitológico Hércules. Filho de Zeus, senhor dos deuses, e de Alcmena, mulher de Anfitrião. Hércules é Heracles para os gregos. Pois diz a lenda que Zeus o levou ainda recém-nascido para ser amamentado pela deusa Hera, esposa de Zeus. Por isso seu nome significa a glória de Hera: Hera + Kléos = Heracles. Há ainda a lenda de que ele mamava enquanto Hera dormia e quando ela acordou, tirou-o bruscamente e parte do leite derramou pelo espaço formando a Via Láctea. Hércules foi concebido para tornar-se um grande herói. Uma engenhosa estratégia de Zeus gerou a oportunidade: visitou Alcmena caracterizado e com a forma de Anfritrião, enquanto este estava fora, combatendo Ptérela, rei de Tafos, para vingar afronta à família da esposa. Zeus dormiu com Alcmena numa longa noite de três dias, ou seja, de setenta e duas horas. Enquanto isso, Hefesto, o Deus do Fogo, tomou a forma de Sósia, parceiro de Anfitrião, e ficou do lado de fora da casa olhando pra ver se o verdadeiro Anfitrião não chegava.

Hera, Deusa do casamento e esposa de Zeus, enciumada com o nascimento de Hércules, pois desejava elevar Euristeu ao trono da Grrecia, enviou duas serpentes para matá-lo no berço, mas o herói, com sua força prodigiosa, destruiu-as.

Casado com Mégara, uma das princesas reais, Hércules matou-a e aos três filhos num acesso de fúria e loucura provocadas por Hera. Depois, para expiar o crime, ofereceu seus serviços a Euristeu, que o incumbiu das tarefas extremamente arriscadas, conhecidas como “Os Doze Trabalhos de Hércules”. São eles:

  1. Estrangulou um leão de pele invulnerável que aterrorizava o Vale de Neméia;
  2. Matou a Hidra de Lerna, monstro de muitas cabeças;
  3. Capturou viva a corsa de Cerinéia, de chifres de ouro e pés de bronze;
  4. Capturou vivoo Javali de Erimanto;
  5. Limpou os estábulos de três mil bois do rei Augias, da Elida, não cuidados durante trinta anos;
  6. Matou com flechas envenenadas as aves antropófagas dos pântanos da Estinfália;
  7. Capturou vivo o touro de Creta, que lançava chamas pela narina;
  8. Capturou as éguas antropófagas de Diomedes;
  9. Levou para Edmeta, filha de Euristeu, o cinturão de Hipólita, rainha das guerreiras amazonas;
  10. Levou para o rei de Micenas o imenso rebanho de bois vermelhos de Gerião;
  11. Recuperou as três maças de ouro do Jardim das Espérides, por intermédio de Atlas, que sustentava o céu sobre os ombros e executou por ele esse trabalho, enquanto Hércules o substituia segurando o céu temporariamente;
  12. Apoderou-se do cão Cérbero, guardião das portas do inferno, tde três cabeças, cauda de dragão e pescoço de serpente.

Hércules realizou outros atos de bravura e participou da viagem dos argonautas em busca do velocino de ouro. No fim, casou-se com Djanira, que involuntariamente lhe causou a morte, ao oferecer-lhe um manto impregnado se sangue mortal, que ela acreditava ser o filtro do amor. O corpo de Hércules foi transportado ao Olimpo, onde se reconciliou com Hera e casou-se com Hebe, a deusa da juventude.

Texto publicado no jornal A Semente, em junho de 2006


0 Responses to “OS DOZE TRABALHOS DE HÉRCULES”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: